24.9.16

Feliz Natal para todos


*

O MORTO E O VIVO, FERREIRA GULLAR

Inútil pedir
perdão
...........dizer
que o traz
no coração

O morto não ouve

*

PEDIDOS DE PRESENTES PARA O NATAL

Fim do conflito na Síria  atacar o terrorismo na sua raiz.
Fim da produção das Armas Nucleares
(caso contrário o poema do Eliot será desatualizado):

"This is the way the world ends
This is the way the world ends
This is the way the world ends
Not with a bang but a whimper."

Ninguém deseja que um poeta da envergadura de T. S. Eliot seja desautorizado. É gravíssimo.

Um pouco mais de "humanidade" na questão dos refugiados.

Mais atenção ao potencial energético solar e a despoluição de rios e lagos.

MENOS RACISMO nas Universidades brasileiras.

No Brasil o problema da violência contra mulher é muito complicado: é uma questão mutante. Não custa desejar um pouco mais de civilidade. Um povo mais educado e mais sensível para abolir essa nova forma de escravidão.

O problema da corrupção e dos governos ilegítimos.

A extinção da República e a volta da Monarquia parlamentarista.



29.8.16

SÍRIA

É obceno o silêncio ou
os braços cruzados
daqueles que podem fazer algo
pelo povo sírio
e infelismente ou ainda
igualmente
amontoam
bombas sobre bombas.

26.5.16

FEM STROFER TILL THOREAU, TOMAS TRANSTRÖMER

Ännu en har lämnat den tunga stadens
ring av glupska stenar. Kristallklart salt är
vattnet som slår samman kring alla sanna
                         flyktingars huvud.
I en långsam virvel har tystnad stigit
hit från jordens mitt, att slå rot och växa
och med yvig krona beskugga mannens
                            solvarma trappa.
                             *
Foten sparkar tanklöst en svamp. Ett åskmoln
växer stort vid randen. Likt kopparlurar
trädens krökta rötter ger ton och löven
                         skingras förskrämda.
Höstens vilda flykt är hans lätta kappa,
fladdrande tills åter ur frost och aska
lugna dagar kommit i flock och badar
                              klorna i källan.
                             *
Trodd av ingen går den som sett en geysir,
flytt från stenad brunn som Thoreau och vet att
så försvinna djupt i sitt inres grönska,
                            listig och hoppfull.

17.5.16


4.4.16

Hiroshima mon amour, Alain Resnais/Marguerite Duras













12.3.16

COISAS QUE REALMENTE TIRAM A PAZ DAS PESSOAS

Corrupção;

Caos civil;

Inflação;

Racismo;

Violência;

Impunidade;

Desemprego;

Crise hídrica;

Colapso econômico;

Terrorismo de Estado;

Violência contra a mulher;

Educação que não educa;

Descaso com as escolas;

Descaso com os estudantes;

Descaso com os professores;

Crise no saneamento básico;

Hospitais que não funcionam;

Genocídio de povos indígenas;

Desperdício dos recursos públicos;

Preconceito de gênero promovido pelo Estado.

18.1.16

É isto um Poema?

I

Que tem a palha em comum
com o Grão?
Indaga ao Tempo e
Indaga ao vento:
como pode o neo-nazismo e
como pode o analfabetismo?

Que tem a crise em comum
com tua ira?
Tua ganância ou
que tem a morte daquelas crianças
em comum ao
teu argumento por justiça?

II

Anja Spiegelman desistiu.
Primo Levi desistiu?
Primo Levi
Primo Levi
É isto um Poema?
Indaga ao tempo e
Indaga ao vento
Na era pós-Beleza
Indaga
Indaga.